fbpx

Este mês (julho de 2022) o Tira da Gaveta comemora 2 anos ?

Nem acredito que já passou tanto tempo e que tanta coisa aconteceu pelo meio, ao nível pessoal, profissional e até neste projeto.

Por coincidência, no último mês andei uma verdadeira “barata tonta” a pensar no futuro do Tira da Gaveta, no posicionamento que quero assumir e como transformá-lo numa alavanca para a minha mudança de carreira.

Uma breve cronologia para ti, se chegaste aqui sem contexto:

Em julho de 2020 criei o Blogue “Tira da Gaveta”: um espaço onde escrevia sobre empreendedorismo, mudança e desenvolvimento pessoal.

Criei o blogue por 2 motivos:

  • Sempre gostei de escrever e este era um talento que estava um pouco adormecido. Percebi que entre empregos criava sempre um blogue, mas depois deixava-o a um canto. Por isso quis estruturar tudo como um projeto, com cabeça, tronco e membros, para que ele durasse no tempo, e em simultâneo ia documentando a minha jornada;
  • Por outro lado, já que gostava tanto de escrever e até achava ter jeito, queria perceber se a criação de conteúdo podia ser uma possibilidade para mudar de carreira.

Tracei logo um objetivo ambicioso: escrever um artigo por semana, para testar a consistência.

Ao fim de cerca de 3 meses já estava bastante cansada e a perder a motivação.

Em setembro desse ano comecei a frequentar um programa para mudar de carreira que me levou em direções muito diferentes, mas mantive o blogue.

Insisti que isto me ia levar a algum sítio e comecei a escrever para outras plataformas, o que me trouxe alguma confirmação de que a escrita era efetivamente um ponto forte.

Mas a energia já não era a mesma.

Sentia-me cansada e a escrever por obrigação.

Deixei de sentir prazer.

E então perguntaram-me “Tens de decidir: queres escrever para ti ou para os outros?

E percebi que “escrever para os outros” apenas tinha como objetivo obter uma fonte de rendimento extra. Daí o desconforto que estava a sentir!

Então, já com esta clareza, continuei nas minhas experiências e, em maio de 2021, entrei num programa de desenvolvimento pessoal que ajuda a criar projetos e mudar de vida.

Eu já tinha este projeto, mas queria perceber o que poderia então fazer com ele.

Daí surgiu a vontade de querer falar sobre o tema da insatisfação profissional, que me acompanhou durante muitos e muitos anos.

Mas este tema surgia um pouco misturado com ajudar as pessoas a tirar da gaveta os seus projetos. Como se uma coisa dependesse da outra.

Na minha cabeça, não estava muito claro como se relacionavam e isto causava-me alguma confusão.

Começaram a surgir oportunidades que não quis recusar: fazer um podcast com 2 amigas, fazer mentorias na escola onde fiz o programa, começar as minhas próprias mentorias… e depois…

Bem, depois a vida aconteceu com uma série de mudanças pessoais e profissionais que acabaram por levar-me um pouco ao tapete.

No início deste ano, em março de 2022, iniciei um novo programa, mais focado em trabalhar o posicionamento e a atração de clientes.

A dúvida sobre o caminho a seguir começou a ficar ainda maior e quando confrontada com a escolha de apenas focar num tema – mudança profissional ou criação de projetos – percebi que não queria deixar nenhum deles de lado.

Assim, 2 anos depois deste projeto ter nascido, com tanta volta e reviravolta, hoje consigo perceber que o Tira da Gaveta é mesmo a alavanca que suporta a minha mudança profissional, de carreira e de paradigma, e vai tornar-se no meu negócio daqui para a frente.

Como?

  • Ajudando pessoas a tirar da gaveta as suas ideias e projetos, através de Mentoria de Projetos e Sessões de Brainstorming;
  • Ajudando pessoas a fazer mudanças profissionais conscientes, mesmo quando estão perdidas e sem saber o que querem, através de Mentoria e Coaching para Mudança Profissional.

Tudo através de acompanhamento individual e personalizado, para poder dar todo o suporte necessário a ajudar-vos a encontrar maior clareza e motivação!

Olhar para trás e conseguir juntar estes pontos, como de uma história bonita se tratasse não é fácil.

Mas espero que te inspire, se também tens, ou queres criar o teu projeto, a perceber que as coisas não acontecem de um dia para o outro e o caminho não é, de todo, linear.

Obrigada por estares aí!

Seguimos juntos ?

Créditos da imagem: Foto de Ylanite Koppens

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *