Será que tens o que é preciso para ser empreendedora? (Parte 1)

perfil empreendedor caracteristicas
Tempo de leitura: 4 minutos

Ser empreendedor pode ser avassalador.

Sobretudo se toda a tua vida trabalhaste por conta de outrem e agora queres dar o salto e finalmente trabalhar por conta própria.

No entanto, também pode ser exatamente a mudança que precisas para construir a vida dos teus sonhos.

No artigo que escrevi sobre empreendedorismo dei-te a conhecer um pouco melhor o que significa empreender e sugeri, com base na pesquisa que fiz, que o ato de empreender é muito mais do que a simples criação de novos negócios.

Empreender é uma atitude.

Seguindo esta linha de pensamento, um empreendedor é muito mais do que um empresário. A Infopedia define esta pessoa como alguém:

  1. que tem a iniciativa de começar novos projetos, mesmo enfrentando obstáculos ou dificuldades;
  2. ativo; enérgico; dinâmico;
  3. arrojado.

Ainda melhor dito, neste artigo, numa frase que poderia ser minha:

«Um empreendedor é alguém que tira as ideias da gaveta e passa à ação, trabalhando para transformar um projeto num negócio».

O que também é curioso é a formação da própria palavra: empreender+-dor.

Parece estar implícito que vai ser necessário atravessar alguns obstáculos, algumas dores, para ser bem-sucedido no mundo do empreendedorismo.

No entanto, que isto não seja motivo para te desviares do teu sonho de tirar da gaveta aquele projeto que queres lançar por conta própria!

Talvez esta citação de Augusto Cury te possa inspirar:

Ser um empreendedor é executar os sonhos, mesmo que haja riscos. É enfrentar os problemas, mesmo não tendo forças. É caminhar por lugares desconhecidos, mesmo sem bússola. É tomar atitudes que ninguém tomou. É ter consciência de que quem vence sem obstáculos triunfa sem glória. É não esperar uma herança, mas construir uma história… Quantos projetos você deixou para trás? Quantas vezes os seus temores bloquearam os seus sonhos? Ser um empreendedor não é esperar a felicidade acontecer, mas conquistá-la.

Augusto Cury

Ficou tudo dito nesta citação, concordas?

Se aquilo que queres efetivamente é empreender, sem dúvida que existem algumas características que te ajudarão a ser bem-sucedida, mas também é verdade que para teres um perfil empreendedor podes desenvolver competências chave, técnicas e comportamentais, que te vão ajudar a concretizar os teus objetivos.

Após muita pesquisa e alguma reflexão sobre a minha própria experiência, encontrei 12 características (mais duas extra) que considero essenciais num perfil empreendedor.

Para não tornar este artigo muito extenso, hoje vou partilhar 6 dessas características e, no próximo artigo, partilharei as restantes.

Características de um perfil empreendedor

1. Paixão

A paixão vai ser o teu principal combustível.

É aquilo que te move perante os desafios e que te motiva a persistir e a lutar pelos teus objetivos.

Construir um negócio implica esforço e dedicação. Se não tiveres paixão pelo que estás a fazer, dificilmente vais conseguir ultrapassar os obstáculos que forem surgindo.

Precisas de conhecer o teu porquê. Dar um sentido maior àquilo que estás a concretizar.

Sentir paixão também te vai permitir sentir mais entusiasmo e isto torna o processo muito mais divertido e fácil de lidar.

Quando um empreendedor começa a sentir falta de paixão pelo que faz, costuma ser uma pista em como está na altura de avançar para outro projeto.

2. Motivação

Um empreendedor é o seu próprio chefe, o que significa, que não tem ninguém a dizer-lhe o que precisa de fazer e a orientá-lo nos próximos passos. Esta é uma das grandes vantagens e também um dos desafios no empreendedorismo.

Tens de conseguir automotivar-te para fazer as coisas acontecerem e também precisas de motivar aqueles que te rodeiam.

Define pequenos objetivos para alcançar outros maiores, reconhece o trabalho já realizado, celebra as pequenas vitórias e mantém uma atitude positiva, focando-te sempre naquilo que queres alcançar.

3. Iniciativa

Para empreender é preciso passar à ação e tomar decisões.

Não existe lugar para a procrastinação, nem para o perfecionismo. Precisas de ter espírito de iniciativa, saber aproveitar as oportunidades e dar o primeiro passo.

O segredo é começar antes de estar preparado, em vez de ficar à espera que esteja perfeito ou de saber todas as respostas.

4. Criatividade

Fazer as coisas de forma diferente e procurar alternativas pouco convencionais faz parte do ADN do empreendedor.

É preciso pensar fora do modelo convencional, utilizar o pensamento lateral para encontrar uma forma melhor de fazer as coisas.

Aliás, se queres empreender, é precisamente porque identificaste uma forma diferente de fazer aquilo que já existe. Ou tiveste uma ideia completamente inovadora e disruptiva.

Para aumentares a tua capacidade criativa procura integrar hábitos que te inspirem e despertem esse teu lado criativo: ouvir música, ler, fazer desporto, aprender algo novo, fazer brainstormings ou outra atividade que te permita estimular o cérebro e ter novas ideias.

5. Autoconfiança

A autoconfiança é essencial.

Tens de acreditar fortemente na tua visão quando todos à tua volta te questionam e duvidam daquilo que queres fazer. Tens de acreditar que é possível alcançar os objetivos, apesar de teres consciência que existem desafios.

Sentires confiança em ti e no teu projeto vai ajudar-te a superar os obstáculos, arriscar e ser persistente.

Trabalhar a autoconfiança é muito importante para te sentires segura e afastar o medo do erro e do fracasso. Para tal, podes utilizar a técnica da visualização.

Imagina-te como a pessoa que queres ser e visualiza o teu negócio num momento em que te orgulharias dele. Também podes praticar afirmações positivas ao dizer em voz alta afirmações impactantes acerca das tuas realizações. Ambas as técnicas ajudam-te a sentires-te mais positiva e mais segura quanto ao futuro.

6. Tolerância ao risco

Sabias que, mais de metade dos portugueses que encontram boas oportunidades de negócio, não avançam por sentirem medo do fracasso? (de acordo com este relatório do Global Entrepreneurship Monitor).

Correr riscos faz parte do processo de empreender, no entanto, deves aprender a calcular os riscos que estás disposta a tolerar. Ou seja, deves analisar detalhadamente o que podes ganhar ou perder com determinada decisão.

Arriscar, errar, falhar, aprender, voltar a tentar. Faz tudo parte. Não há volta a dar.

Portanto se queres mesmo dar o salto, tens de arranjar ferramentas para lidar com o risco e com o medo de falhar.

Como?

Sê criativa na forma como lidas com os “problemas”. Adota uma mentalidade de crescimento, encara os desafios como oportunidades e os erros como aprendizagens valiosas. Planeia como lidar com os momentos de incerteza.

In a world that’s changing so quickly, the biggest risk you can take is not taking any risk.

Mark Zuckerberg, fundador do Facebook

Aqui estão, para começar, 6 características que precisas de ter, ou desenvolver, para ter um perfil empreendedor de sucesso.

No próximo artigo veremos as outras seis, mais 2 extra 😉

Até lá, seguimos juntas!

Créditos da imagem: Sasin Tipchai por Pixabay

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos relacionados

Digite acima o seu termo de pesquisa e prima Enter para pesquisar. Prima ESC para cancelar.

Voltar ao topo
error: O conteúdo está protegido contra cópia.